Arduino meu novo Hobby





Tecnologia, uma diversão que pode ser bem útil.



 Eu confesso, - ninguém imagina - mas é verdade, sempre gostei de tecnologia. Adoro coisas eletrônicas e elétricas; desde criança nutro um sonho de mexer em resistores, transistores e outros trecos e cacarecos do gênero. Mas, não sei se por falta de atitude e de iniciativa própria, fui deixando pra lá, eu mesmo afirmava para mim e para os outros que nunca tive incentivo ou recursos financeiros para estudar, mais quer saber a verdade? - "foi puro desleixo de minha parte" - eletrônica ou eletricidade nunca foi tão caro de aprender assim, talvez um nível mais técnico até fosse, mas estudar em casa nem tanto. Hoje em dia então é bem mais em conta; você pode fazer cursos ou pesquisar material didático pela net, comprar componentes e placas e
um material bem diverso para aprender. Sem contar que agora tenho a liberdade econômica para poder bancar meus estudos; quando eu era garoto pedi para a minha irmã pagar um curso por correspondência de rádio e televisão do IUB (Instituto Universal Brasileiro), - quem tem a minha idade conhece -, mas ela afirmava que eu tinha as mãos e os braços muito ruins por causa do meu defeito físico e, acabou pagando o curso de desenho artístico e publicitário. Eu nunca tive aptidões para desenhista, quem tinha era ela, mas ela não podia estudar pois trabalhava durante o dia e estudava o ginasial a noite e assim, acho que tentou se realizar em cima de mim; só estudei desenho durante três meses e depois parei, não aprendi nada além de fazer uns poucos esboços.
A PLACA ARDUINO!

Recentemente comecei a pesquisar e a voltar a me interessar pelo assunto. Descobri o quanto a eletricidade e a eletrônica evoluiu, principalmente com as novas tecnologias voltadas para a eletrônica digital, a tão falada mecatronica. Pesquisa vai, pesquisa vem e dei de cara com o Arduino que é uma placa de circuito integrado com um microprocessador, varias entradas e saídas digitais e analógicas e que aceita programação em C/C+ e pensei: "PUTZ, O QUE DÁ PARA SE FAZER COM ISSO?". Acho que o limite vai até onde chega a sua imaginação foi a minha conclusão. 
 PLACA DE ENSAIO PROTOBOARD.

Comecei a namorar a placa (Arduino), comecei um caso com uma placa de ensaio (Protoboard) e, bem, não sou muito de ficar no namoro e no caso e acabei comprando um kit de desenvolvimento e também a protoboard pra começar os meus estudos, ou hobby se preferir. RS RS RS!

E aqui estou eu ansioso esperando o meu material chegar e botar a mão na massa, ou na placa. 

Conforme os meus estudos forem evoluindo eu vou postando aqui os resultados. Já baixei várias apostilas de eletrônica e eletricidade também e, o compilador de programas para a placa. Sei que tenho que tirar o atraso, pois comecei muito tarde, mas como é um assunto que eu adoro, acho que vou conseguir alguns resultados; espero que bons resultados. 

Enquanto as placas não chegam, vou estudando as apostilas técnicas. 

Um abraço a todos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Manual da maquina de ritmos Alesis SR 16

Tábua de transferência

Sete anos usando Macintosh