Poema dos desesperados!

POEMA DOS DESESPERADOS!

Pobre de mim que ainda sonho,
pobre pois ainda insisto num sorriso!
Sei que viver sempre é preciso,
mas esse mundo anda tão tristonho!

Pobre de mim que ainda procuro
em algum lugar alguém como um abrigo!
Mas ainda que seja dia tudo é tão escuro,
se foram os amores, onde estão os amigos?

Pobre de mim que já busquei a paz,
como alguém que com sede busca água!
Mas que nada, parece que ninguém a traz
e em cada rosto cansado só vejo mágoas,

Pobre de mim, pobre de nós, pobre de vós,
pobre são aqueles que um ainda dia viram!
Serão como nós, pobre de coração
desesperados em um mundo vil e atroz.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Manual da maquina de ritmos Alesis SR 16

Tábua de transferência

Sete anos usando Macintosh