Pimentinha Records Hardwares (meu home estudio)



ESSE É O LOGO DO MEU HOME ESTUDIO!

Desde a época de setenta, quando comecei a compor minhas musicas e a tocar um instrumento, que eu comecei a nutrir o sonho de gravar.  O problema é que gravar em estudio é era algo reservado á privilegiados, apadrinhados ou pessoas com muita sorte, ou mesmo, um poder financeiro muito elevado, e nenhum desses atributos me foi dado pelo destino. Mas uma coisa a vida me deu, foi o fato de viver o suficiente para ver a tecnologia me fornecer as ferramentas certas para começar a realisar o meu sonho. Quando comecei a mexer com computadores visualizei a chance de poder gravar e divulgar o meu trabalho de compositor, agora é possível fazer isso; posso gravar tudo em casa e
depois realisar a divulgação na propria internet. Um mundo mágico e cheio de possibilidades que esta apenas no começo mas com recursos que antes só encontrava-mos  em grandes estudios de gravação. É lógico que n˜åo basta apenas os recursos, também é preciso a técnica, aos pouco eu aprendo. Esse post é sobre os recursos que já tenho em meu home estudio, PIMENTINHA RECORDS. Segue abaixo os hardware e os softwares que já tenho disponível para gravar as minhas musicas.

HARDWARES!

 iMac (computador)

Comecei a fazer minhas gravações em um PC com sistema operacional Windows, microfone comum de karaokê e o software Sonar 3. Depois, adiquiri um microfone melhor, uma placa M-Audio de 2 canais mais profissional e comecei a me aventurar mais profundamente no mundo da produção independente. O problema é que o Windows é um ambiente muito instável e frequentemente eu tinha de formatar a maquina que não aguentava o sonar e os seus muitos VSTI's. Depois de muito sofrer eu resolvi tetar o Macintosh que tantos diziam ser uma maquina mais parruda com um sistema operacional mais equilibrado, estável. Comprei um usado com uma HD de 300 GB.  O resultado foi excelente, mesmo usando programas mais simples você tem qualidade de gravação e dificilmente o sistema dá problema, e quando dá, não chega a travar toda a maquina, apenas o programa, o que é bem fácil de resolver e voltar a trabalhar. Se você esta pensando em adquirir um hardware para fazer fazer suas gravações Macintosh é uma otima escolha. O sistema operacional LIONS, SNOW ou SNOW LEOPARD funciona perfeitamente e cumpri com a sua obrigação; se você, assim como eu, não pode se dar ao luxo de ter uma maquina para gravar e outra para acessar a net e fazer outros serviços, não se preocupe, o mac da conta de tudo sem te deixar na mão.


FastTrack Pro (unidade de som USB)

Minha unidade de som atualmente é uma Fast Track Pró da m-audio com uma entrada e saída midi, duas entradas de microfones balanceados ou comuns e uma saída para fone de ouvido. Gravar direto da placa de som do micro não dá certo pois a latencia dessas placas te impedem de fazer uma boa gravação. Existem outras opções de placas ou unidades de som com USB tanto da M-Audio como de outras marcas muito boas para um home estudio, eu preferi essa por gostar da marca e já te-la utilizado antes. Na época do PC com Windows eu tinha uma m-audio que não era USB e gostei; a vantagem de ter uma unidade com USB é que posso pluga-la em qualquer maquina, instalar o software e gravar.



TUBE ULTRAGAIN (Mic 200 da Beringher)

Ter apenas uma unidade de som excelente nem sempre é suficiente para fazer uma gravação de qualidade; na maioria das vezes você vai querer ter um ganho maior na entrada correspondente ao vocal. A unidade som nem sempre pode dar esse ganho que você deseja, por isso é bom ter esse equipamento para dar uma aquecida na gravação de vóz. Para utiliza-lo você pluga seu microfone nele e pluga ele na entrada de audio da unidade de som. A entrada de som fica muito sensível capaz de captar até uma respiração dependendo do ganho que você dér ao aparelho.




MIC  C1 (microfone)

Uma outra aquisição importante também é o microfone. Um amigo me aconselhou a adquirir um C1 da Beringher ou equivalente. Esse tipo de microfone tem uma excelente captação; esse que possuo só trabalha com a alimentação fantasma do equipamento ligada. Comprei um e estou muito contente com ele. 

Recomendo para quem esta pensando em começar no mundo do home estudio. Vale a pena investir um pouco mais e ter um equipamento proprio para gravar suas produções musicais.




Pop Filter (filtro p/ microfone)

Para acabar com aqueles SSSS's e PPPP's que a gnete sempre acaba fazend com a voz ao canntar, nada como utilizar um equipamento como este. Alguns amigos meus não utilizam afirmando que resolvem o problema através dos plugins dos programas de gravação. Eu preferi comprar um desses, não sou tão experiente em software e, assim resolvo o problema. Tenho também um pedestal só para colocar o mic com o pop filter; esse pedestal não sai de casa e apenas serve para isso.

 StudioDock (monitores de som) 
Os monitores de som ou de estúdio são um otimo recurso para ajudar na hora de realizar as equalizaçôes.


Ainda me falta um bom fone de ouvido, em  breve pretendo comprar um; o que tenho aqui vaza muito o som pra fora e não serve para minhas gravações, com o tempo eu pego um mais apropriado para o Pimentina Records. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Manual da maquina de ritmos Alesis SR 16

Tábua de transferência

Sete anos usando Macintosh